Seguidores

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Hora do Turista...

Ora cá estou eu para contar mais uma pesca com artificiais.  
Um dia desta semana coloquei o despertador para as 5:30h, realmente tocou mas mesmo assim fiquei mais um pouco no vale dos lençóis, só sei que quando acordei novamente o dia já tinha nascido. Era hora de ir em busca de um pesqueiro com algumas condições pois o mar anunciado ainda era de enchios, apesar que menos do que nos dias anteriores.
Basicamente es as pesca que chamo de "pesca a turista"...eheheh... pesqueiro de fácil acesso e pleno dia.
Concluindo, efectuei umas sete capturas, mas apenas seleccionei quatro, os restante foram prontamente devolvidos.
Só sei dizer que me deu um gozo brutal este momento de pesca pois sabia que o peixe estava por ali a comer em pleno dia e tanto ferrava a queda da amostra como a sua saída da escoa.



Os quatro seleccionados


Material:
Cana: Casini Infinity 2.90m
Carreto: Shimano Stella 5000 FA
Amostra: Max Rap 

Abraço.

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Internet vs ir a pesca...

Boas malta amiga, por este ou por aquele motivo não tenho tido muita disponibilidade para manter o blog muito actualizado. Quando tenho tempo para usufruir da Internet acabo por abdicar da mesma e vou antes a pesca... eheheheheh.. Contudo as capturas continuam a surgir.
Ficam aqui as capturas deste fim de semana.


Peixe capturado com um savage

Peixe capturado com um Black Minnow

 
     Estes peixes foram capturados com amostra rígida,
       mas para meu espanto um deles já trazia um
 estralho a sair da boca.

Material;

Carreto; Shimano Stradic 5000FJ / Shimano Stella 5000FA.
Cana; Casini Infinity / Shimano Speedmaster 330m.
Amostras; Vinis Savage , Black Minnow , Amostra Duo.

Abraço.


segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Agosto

O Agosto de 2015 já se foi, mas alguns desses momentos ficam para sempre na memoria.
Da Ericeira até ao Nordeste Transmontano foram muitas as paragens, deixo apenas um pequeno cheirinho, para o ano a mais.















Azibo



Douro Internacional



Gravuras Rupestres de Mazouco



Cinfães









Miranda do Douro



Portugal dos pequenitos


Abraço

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Stella foi a banhos...

Esta semana tive oportunidade em experimentar a minha mais recentemente aquisição, o Shimano Stella 5000FA, apesar de ser um modelo descontinuado, continua a ser uma verdadeira máquina.
Fiz-me a eles bem cedo, algum vento e lançamentos mais lançamentos a zero, apenas algum lixo... quando nasce o dia verifico que a cor da água também poderia estar a influenciar o meu grande zero.
Decidi então mudar de pesqueiro, mas antes fui aconchegar a barriga que é a unica que não tem culpa do negocio ser ruim. E que belo pequeno almoço tomei, até tive de espera que o croissant arrefece-se...ehehheh... 
De volta a faina, lá descortinei um spot com águas mais lusas e sem lixo, bastaram 4 lançamentos para ouvir o barulho afinado do seu drag, com alguma facilidade coloquei este amigo a seco, e na sua companhia fiquei até ao fim da jordana.
Para fazer companhia ao Stella comprei o modelo antigo da Speddmaster 360m ainda com as etiquetas, mais para  a frente irei experimentar, ansioso que façam um casal perfeito...lol...  



Material

Carreto: Shimano Stella 5000FA
Cana: Shimano Speddmaster 3.30m 


Abraço

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Nunca se sabe...

Com a previsão de nortada para os próximos dias, organizei o trabalho para poder dar uma bicada matinal.
O peixe miúdo anda com bastante atividade, e a moral não era muita, mas nisto da pesca nunca se sabe. Contudo escolhi um spot dos mais movimentados, mas como era dia de semana a probabilidade de menos gente era maior, aumentando assim a minha.
Chego já com o dia a nascer ao spot, desço a arriba a presa,  já com afeição debaixo de olho e fiz-me a ela, três lançamentos e PIMBA.... um cachaço atrevido cravado... bem peixe a seco e toca a ver se havia mais, o que é certo é que a partir dali foi um penar.... para trás e para a frente, sem mais sinal... O tempo passava e o sol começava a bater na água e eu lá comecei a resmungar como sempre. 
Bem, a falar com os meus botões lá fui lançando, e num desse lançamentos algo se cravou, começando a levar fio desenfreadamente, como fazia umas paragens e arrancadas esquisitas pensei logo que não seria um robalo, e não era mesmo. Após uns minutos de adrenalina lá estava ela a seco, uma bela corvina que alegrou a minha manhã. Fui então calmamente com um sorriso de orelha a orelha trabalhar.




4.300kg






Abraço


terça-feira, 23 de junho de 2015

Para variar....

Este fim de semana foi diferente, pensei em ir fazer algo que bastante gosto, e o que foi?
"FUI A PESCA"...lol... que novidade.
Foram duas fainas fraquinhas no tamanho dos exemplares, sendo o meu objectivo os robalos e não as bailas, utilizei amostras e vinis maiores conseguir selecionar alguns exemplares para o petisco, e lá deu para escolher uns pexecos.



Faina de Sábado



Faina de Domingo



Abraço

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Pausa para o KIT KAT

Boas, na terça recebo um sms de um amigo a perguntar se tinha trabalho agendado para quarta de manhã, fui ver a agenda e só tinha de tarde um cliente... e lá acertamos uma faina matinal para quarta-feira.
Seguimos viagem bem cedo visto que o dia nasce as 5 e pouco, chegamos ao spot e cada um foi para a sua feição. No primeiro lançamento ferro uma baila, vem aos pés e desferra-se, bem seguiram-se mas uma ferragens e desferragens sempre de bailas, até que lá vem uma bem ferrada, o meio objectivo eram os robalos dai usar vinis maiores e se desferrarem tantas.
Bem passado duas hora vim ver a faina do meu companheiro, todo sorridente disse-me já ter dois peixes, um bom e um mais pequeno. Fizemos uma pausa para o KIT KAT e como o sol já batia bem na água decidimos só dar mais meia duzia de canadas.
Entre esses lançamentos finais foi a ninha vez e ter um robalo atracado, mais uma boa luta que acabei por finalizar com sucesso... e ele a seco.
Todos satisfeitos demos por terminada a faina.



A minha captura


A captura do meu companheiro


Abraços

domingo, 14 de junho de 2015

Por Terras Algarvias

Boas, esta semana fui até aos Algarves, mais propriamente até Monte Gordo.
Antes da ida até ao Sul fui fazer uma pesca na minha zona, uma pesca pela noite dentro com o amigo Lucas que fazia anos nessa mesma noite, o peixe não colaborou e apenas acabei eu por ser brindado com um cachaço.





No dia seguinte segui viagem mais a famelga rumo a sul, chegando a Monte Gordo fui fazer uma visita a a 3 lojas de pesca de Vila Real de Santo Antonio, e gastar uns trocos, seguidamente uma visita ao spot para não avançar as cegas. Devido ao vento que se instalava todos os dias desde a hora de almoço até as 23h, tive de limitar as saídas, mesmo assim safei a coisa com 2 peixes ( o bucha e estica ).








Bem se não fosse o vento teria ido mais vezes experimentar a sorte, contudo gostei de mais uma estadia por terras Algarvias, pessoas muito porreiras, em duas das 3 lojas de pesca que estive foi-me oferecido unas borrachinhas para experimentar ( obrigado Marpesca e Vaz Pescas ). Ainda fiz uma visita rápida a Ayamonte.
Pena o amigo Manél e  Paulo não terem tido disponibilidade para irmos dar uma bicada, mas certamente não faltaram novas oportunidades.

Grande abraço

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Uma manhã agradável.

Esta semana foi complicada, na quinta tentei ir fazer uma pesca noturna, mas após sair de casa sinto que o carro estava não estava normal... resumindo já esta na oficina para levar um turbo novo ( uma pipa de massa )... 
Bem com a coisa a tomar rumo, planeei uma nova pesca, controlando as condições dos mar e vento, que não eram muito do meu agrado.
Tomei então a decisão de ir a um pesqueiro que já não frequento a muito tempo, tendo a grande vantagens que o carro fica logo ali a mão para avançar até ao plano B.
Bem equipo-me e escolho a melhor feição, a partir do 1º lançamento foi sempre a sentir peixe. Coloquei umas 30 bailas numa poça e ao fim da pesca escolhi 14 para casa, sendo que 3 delas até não eram para vir mas como tive de lhe fazer uma operação tiveram de vir...lol... as restantes foram felizes da vida devolvidas ao seu habitat. Pelo meio ainda capturei um bom robalo, alguns robalos muito pequenos ( devolvidos ) e um peixe que inicialmente não sabia o que era, mas acabaram por me dizer que era uma savelha.




Abraço

domingo, 24 de maio de 2015

Grão a grão...

O peixe parece ter se afastado de costa, mas de vez em quando encosta um ou outro... alguma persistência dá os seus frutos, e grão a grão vou enchendo o papo...eheheheheh...
Com o material pronto, só faltava ir dar umas vardascadas. Chegado ao destino verifico que o mar era rijo e um pouco diferente do que estava anunciado.
Após uma hora a bater, lá desencantei este peixe que atacou a amostra mesmo no ultimo segundo.
Com a grade safa lá me aguentei mais uma hora e meia a levar porrada do mar... enfim, faz parte da pratica do spinning.



Material
Cana: Shimano Speedmaster 330m 20/50g
Carreto: Ryobi krieger 4000
Amostra: vinil

Abraço

terça-feira, 12 de maio de 2015

Em busca das sarapintas...

Mais duas saídas até ao mar. No primeiro dia algo calmo em busca das bailas, chegados ao pesqueiro e após alguns lançamentos deu para perceber que ia ser um fracasso e rapidamente mudamos de spot, onde dei logo com um robalo que animou a coisa, quer para mim quer para os meus companheiros, que acabaram também apanhar umas bailas boas, por ultimo ainda capturei um mini...mini...robalo.
No dia seguinte o peixe parece ter emigrado e só os mais pequenos continuaram marcaram presença, essa malta ficou a crescer até um próximo encontro e estes pequenos que são devolvidos é que acabam por vingar ( já sabem o que elas doem) tornando-se e em verdadeiros robalões.








Abraço

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Mais sarapintas

Mais um fim de semana e o mar a não dar tréguas, por momentos até ponderei ficar a afiar as fateixas. mas lá acabei por ir com o meu companheiro Lucas dar uma bicada.
O plano era dar com bailas e assim foi, cafezito matinal, conversa com fartura e lá estávamos nós junto ao mar, as feições não podiam ser melhores. Nasce então o dia e começa-mos a ver alguma agitação de peixe  nas ondas, e ao fim de alguns lançamentos já se faziam sentir na ponta da cana...
Basicamente foram duas horas sempre acção, perdemos a conta aos que  foram devolvidos.
Com a missão cumprida de-mos por terminada mais uma bela manhã de Spinning.




Abraço

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Olha o peixinho...

Boas, esta semana estava difícil de ir a faina mas lá consegui organizar a coisa e arranjei um tempinho.
O peixe já começou a fraquejar, e já  voltando tudo ao normal, mais pescadores do que peixe...lol...
Contudo tracei um plano e assim foi, chego ao pesqueiro e noto que o mar tinha um toque bem como uma cor que não é muito do meu agrado, mas como já lá estava avancei.
Inicialmente bati uma zona mista mas em vão, passei então a uma zona de areia, onde ia caminhando e lançando, até num raso se dá o primeiro ataque, peixe muito energético para a sua dimensão, colocado a seco verifico o que já tinha calculado, uma baila, vindo a confirma-se que era o meu record de tamanho de baila.
Investi um pouco mais por ali até fazer o caminho de regresso, com o mar a rebentar mais fora tive oportunidade de aventurar.me um pouco mais a frente numa pequena pedra ilhada, e parece ter escolhido o spot a dedo pois no primeiro lançamento devo de ter acertado exatamente na zona onde estava um robalo a caçar, de imediato atacou a amostra e após alguma luta lá lhe botei a mão.
Não foram peixe magníficos mas já me alegraram a manhã.




Abraço

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Os primeiros sinais primaveris

Este fim de semana foi apenas mais um dia para desanuviar o cérebro, o dia era de primaveril e o mar apresentava um toque mas como já pesquei com condições muito piores...este acabava por ser muito bom e lá fui eu... 
A chegada ao pesqueiro encontro um companheiro de lides que após pouco tempo ferra um peixe. Como o mar parecia ganhar mais jeito, aguentei-me mais um pouco até que o procurava deu sinais, e lá vai mais um robalo a puxar linha mar fora... com jeito lá veio até ficar a seco.
Da parte da tarde tinha duas hipoteces, ir dormir a sesta ou ir ver o mar,..eheheh... convidei o meu pai e lá fomos dar uma volta, como era passeio junto ao mar e eu até tinha a cana no carro acabei por a levar, onde fui brindado com um cachaço atrevido.



   
 Foto do peixe da manhã

Abraço

terça-feira, 7 de abril de 2015

Não existe uma hora certa...

Hoje fui fazer uma visita a alguns dos meus quintais, pois na Pascoa estive ausente, eu e o peixe, que pouco o nenhum sinal deu, mas como estava longe até correu bem...ehehehheh...
No primeiro quintal e apesar do mar estar uma maravilha o peixe não colaborou, nem um misero toque... parecia impossível.
Decidi fazer uma pausa, tomei o pequeno almoço e tratei de uns papeis.
Com a maré a encher visitei outros spots e a maravilha continuava, e o peixe???!!!!.... bem sem experimentar é difícil apanhar alguma coisa.
Eram 11:30h e com os olhos maravilhados de tais feições, fiz uma nova investida, e passados muitos lançamentos e já bastante frustrado, de mais uma aparente grade lá dei com mais um bom e bonito robalo. Inicialmente pareceu-me ser uma corvina visto não parar de levar fio, mas era apenas a combinação de um peixe de 2.4kg com a amostra cravada na vertical em relação a boca...como a ferragem foi efetuada bem fora, proporcionou uma excelente luta. 







                                       video



Abraço



segunda-feira, 9 de março de 2015

Mar grande, peixe grande...

Boas companheiros pescadores, este fim de semana programei mais um encontro com o rei da nossa costa... o Robalo...faltava saber se ele aparecia... e assim foi, calculei a coisa para chegar ao pesqueiro com o dia a nascer. 
Sabia que o mar estava bastante grande e com muita força, no entanto a maré era vazia quebrando o mar um pouco fora. Apenas tinha de encontrar um caneiro para o dito encontro, sendo que no spot que frequento já se encontravam alguns companheiros de spinning, e com o dia a despontar as hipoteces de escolha eram reduzidas.
O que é certo é que após 20 lançamentos longos sinto uma ferragem, como o peixe ferrou no limite da queda do artificial tornou a luta mais intensa.
Foram 5 minutos com a adrenalina em alta, e com muita calma, apesar de estar a ferver por dentro lá o coloquei a seco, foi uma luta muito boa...mesmo.
Ainda fiz mais uma hora de pesca sem sentir nada, no regresso ao carro encontro um dos meus companheiros de pesca que se encarregou da sessão fotográfica.









Cana: Casini Infinnity ( exclusiva lojas Maresia )
Carreto: Ryobi Krieger 4000
Amostras: vinil

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Não aguentei mais...

Boas companheiros, após ter dado uma queda valente na pesca a 28 de Janeiro e com mais uma consulta no massagista agendada para hoje, não aguentei mais e as 6h fiz-me a estrada.
Tinha vários pesqueiros em mente, mas o da queda não me saia da cabeça, sem pensar muito mais as 7h estava no local do crime...eheheheh... ainda a 70% de capacidades, subi a pedra que da ultima vez pregou-me uma rasteira.
O mar estava espumado e com força, após alguns minutos de insistência lá fui brindado com este robalo solitário, dando-me o animo que já não tinha quase a um mês.
Com hora e meia de pesca dei por terminada a jornada.
Para animar mais, o osteopata diz que os ligamentos cruzados estão a recuperar bem e com mais uma massagem  feita com auxilio de um equipamento revolucionário e bastante caro , devo ficar fino.






Cana: Casini Infinnity
Carreto: Penn Conquer 4000
Amostra: vinil Savage

Abraço

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

As reservas para 2015...

Boas pessoal, andei cá por casa a ver as minhas reservas para o ano de 2015 e quem sabe para o proximo... os meus companheiros de pesca sabem bem que não sou muito de perder amostras, por isso este stock deve levar algum tempo ate se gastar.



Rapala Max Rap Pink Candy
Saltiga 170 Chart Bone
Ima ko 130s Herring
Tournament 140 Brown Back
Tournament 170 Brown Back
Saltiga 170 Brown Back



Duo 175 Col 01
Saltiga 140 Sardinha  
Tournament 170 Katakichi-Z
Saltiga 140 Blue Back Gold
Saltiga 140 Sardinha 
Saltiga  170 Sardinha 
Tournament  170 Sardinha 



Estas amostras são entram ao serviço quando as que tenho na caixa não puderem mais...ehehheh.

Grande abraço


quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Nem tudo podia correr mal

Hoje tive disponibilidade para ir mandar um plásticos para a água. Chego ao pesqueiro já com o dia a despontar, equipo-me e lá vai ele... é mesmo caso para dizer" lá vai ele" porque poucos passos dei até bater com uma das pernas violentamente numa pedra, que por acaso já lá estava... até tive de me sentar e respirar fundo... alguns minutos depois pensei em vir embora, mas como já ali estava e ainda estava quente resolvi fazer uns lançamentos, sem sair muito do local.
Após uns 5 lançamentos sinto um pequeno peixe ferrado, foto da praxe e lá vai ele... volto a pensar ir embora, porque já esta a começar a muinha, mas o vicio falava mais alto, e bastaram mais 3 lançamentos para voltar a ter uma nova ferragem, esta sim mais violenta e digna de luta.
Por momentos até nem me doía nada...eheheheheh... peixe a seco, foto e estipulei fazer mais uns 10 lançamentos, e assim dei por concluída a pesca em pouco tempo.
Já em casa fiz o curativo pois era pior do que pensava e com a coisa a arrefecer as  dores apareceram, mas nem tudo é mau pois o fim de semana não vai estar grande coisa... ehehhehheh...











Cana: shimano Antares 330m
Carreto: Ryobi Krieger 4000
Amostra: Savage Sandeel

Abraço



segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Dia de peixe miúdo.

Boas amigos da pesca, este sábado foi dia da malta pequena. O mar até estava de feição para dar com uns peixes do bom porte, mas eles não colaboraram .
Chego ao pesqueiro na hora ideal uns 20 lançamentos e nada, troco de poleiro onde os peixes mais pequenos foram atrevidos e quiseram experimentar a sensação do mundo cá fora, mas foi só visita para a foto, pois os dois peixes capturados foram devolvidos ao seu habitat ( ambos pouco mais que a medida minima tinham ).
Sentir peixe mesmo pequeno já anima qualquer coisa, quanto mais não seja na hora da ferragem.


O primeiro



O segundo teve direito a foto de grupo...eheheh.

Cana: Casini Infinnity
Carreto: Ryobi Krieger 4000
Amostra: Black Minnow da Fiiish 

Abraço e até a próxima jornada.

.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Venham mais destes...

Esta manhã acordei com vontade de ir ver dos bichos, como não tinha trabalho agendado para hoje, fiz-me a estrada e fui ver de novos pesqueiros... O dia já estava nascido e com ajuda dos binóculos dei uma vista de olhos em dois pesqueiros, que já andavam debaixo de olho a algum tempo. No segundo pareceu-me ver dois peixes de bom porte a caçar, sem hesitar peguei no material e fui até lá.
Não posso dizer que fosse algum dos que vi mas o que é certo é que após alguns lançamentos já estava um bom peixe agarrado, fui desfrutando de luta e procurando o melhor local para o encalhar, ao fim de alguns minutos lá o coloquei a seco. Este peixe já confere uma boa abertura de 2015.
Ainda fiz mais duas horas de lançamentos sem sentir qualquer toque, contudo já tinha valido bem a pena ir até lá, mesmo que não tivesse capturado nada.
Estar junto ao mar, inalando o máximo possível de água do mar é meio caminho para evitar a gripe... ehehehheh....




Cana: Casini Infinnity
Carreto: Ryobi Kreiger 4000
Amostra: Molix

Abraço

domingo, 4 de janeiro de 2015

Primeira investida de 2015

No passado sábado fui tentar a sorte, com os pesqueiros a porta de casa desertos, peguei no carro e fiz-me a estrada rumando a dos pesqueiros badalados pelos praticantes de spinning.
Chegando ao pesqueiro já com o dia nascido verifico o que já previa, o mar tinha muita força. Bem não eram as condições perfeitas, mas se muitas vezes elas são perfeitas e eles não aparecem, pode ser que com elas imperfeitas os nossos amigos apareçam.
Escolho então a pedra em que a molha fosse menos forte... porque molha era certa...primeiros lançamentos e um pequenote com pouco mais de 20cm, desferrei o mesmo e fui colocá-lo de volta ao lar, mas longe de onde o capturei, pensei logo que talvez tivesse dado com o ninho deles, seguiu-se mais  uma hora de lançamentos e nem sinal. Vejo então outra feição e rumo ate ela, e ao segundo lançamento já lá estava algo a querer ficar com o meu rico vinil. Como não gosto de perder material puxei, até ter aos meus pés o meu primeiro robalo de 2015.
Não satisfeito e vendo tal espumeiro que se deslumbrava a minha frente continuei insistindo no mesmo local, e passados uns vinte minutos, novo ataque, este sim bem mais forte, na primeira arrancada que fez disparando o drag, desferrou-se, e lá fiquei eu a resmungar...
Com duas horas e meia de lançamentos dei por terminada mais uma pescaria, mesmo não sendo um daqueles dias bons, pelos menos deu para matar o vicio e capturar o primeiro de 2015.
O fugitivo que me aguarde que qualquer dia ajustamos contas...eheheheh...




Cana: Casini Infinnity 
Carreto:Ryobi krieger 4000
Amostra: Vinil black Minnow

Abraço